SV Trip Turismo SV Trip Turismo

Plantão 24 Hs

(71) 9 8300-9338 CLARO whatsapp

Ligue-nos

(71) 3178-6671

Nosso email

receptivo@svtripturismo.com.br

Mangue Seco

Descrição

Cenário onde se desenrola o romance "Tieta do Agreste", de Jorge Amado, Mangue Seco é a última praia no extremo norte do litoral baiano, fazendo fronteira com o estado de Sergipe.

Mas, o salto do anonimato para a fama foi a novela global "Tieta", onde os personagens apareciam na tela emoldurados pela beleza das numerosas dunas de areia que povoam Mangue Seco, além das paisagens primitivas de rios e do mar.

Mangue Seco tem um atrativo a mais, só encontrado também no rio Amazonas: é a presença do peixe-boi, uma raridade que nada com tranquilidade nas águas do rio Fundo, um dos vários rios que cortam a região. Outro rio que passa por Mangue Seco, o rio Real, também tem uma peculiaridade local: ali, suas águas são um pouco salgadas, o que as torna mais leves e mais adequadas para a natação. Contando com uma localização privilegiada, que consegue satisfazer tanto os surfistas, em busca de ondas emocionantes, como os pescadores, que buscam a calma da água doce.

O vilarejo fica encurralado entre a foz do rio Real - que dia a dia vai escavando suas margens - e as imensas dunas que se movem com o vento e avançam como a querer encobrir tudo. A dificuldade do acesso -de barco, através do rio Real - é o que torna Mangue Seco mais atraente e a mantém naturalmente rústica. As poucas ruas são cobertas de areia fina e macia.

À noite, crianças ainda brincam de roda e de esconde-esconde, longe da televisão, enquanto os visitantes ouvem histórias antigas, contadas por pescadores ou, ainda, participam de serenatas junto à população nativa.

Pouco iluminada, a vila oferece uma noite estrelada; se a lua é cheia, o rio reflete o luar e a paisagem é deslumbrante. Em posição privilegiada, na baía de Estância, Mangue Seco testemunha o encontro dos rios Real, Piauí, Fundo, Guararema, Priapu e Saguí com o Oceano Atlântico. A mistura de água doce e salgada propicia a formação de extensas áreas de mangue e, conseqüentemente, a fartura de frutos do mar. Na praia de rio, os coqueiros se debruçam, curvando o tronco sobre as águas.

Por toda a margem espalham-se pousadas, bares, restaurantes e casas de pescadores.


Galeria

Não há foto cadastrada para este destino.